Rendez-vous na Guiana Francesa

  • La Guyane (crique Gabriel)

    La Guyane (crique Gabriel)

    © photo@ctguyane

  • Ile du Salut Le Diable

    Ile du Salut Le Diable

    © photo@ctguyane

  • Le carnaval des rues en Guyane

    Le carnaval des rues en Guyane

    © photo@ctguyane

  • Musée de l'Espace en Guyane

    Musée de l'Espace en Guyane

    © photo@ctguyane

  • Aigrette en Guyane

    Aigrette en Guyane

    © photo@ctguyane

  • Remontée d'un fleuve en Guyane

    Remontée d'un fleuve en Guyane

    © photo@ctguyane

  • Le marché de Cayenne

    Le marché de Cayenne

    © photo@ctguyane

  • Forêt en Guyane

    Forêt en Guyane

    © photo@ctguyane

  • Réserve naturelle de Kaw

    Réserve naturelle de Kaw

    © photo@ctguyane

Rendez-vous na Guiana Francesa 97300 Cayenne gf

A Guiana! Ninguém vai acreditar em si

Paraíso do ecoturismo, a Guiana situa-se no nordeste da América do Sul, entre o Suriname e o Brasil.  

Ao desenrolar o infinito tapete verde de sua floresta amazónica (8 milhões de hectares) sobre 90% do território, a Guiana reserva frequentemente seus encantos e mistérios àqueles que guardam o tempo para descobri-la através da única via tradicional: a via navegável. Percorrido em todos os sentidos por numerosos rios e riachos, esse destino oferece-se pela água.  

Uma aventura doce que é acessível a todos os amantes da natureza e de encontros autênticos. Percorrer o Maroni de canoa, é ter o prazer de partilhar a cultura e o modo de vida dos povos do rio – etnias ameríndias ou bushinengé. Uma experiência única a ser vivida em 4 dias, para descobrir aqui uma aldeia que se aviva, ali homens ocupados na construção de uma canoa. Os dias ao longo da correnteza apresentam assim sua cota de emoções, de imagens fortes e da imensidão silenciosa.  

Além dos rios, a Guiana pode também lhe surpreender com suas numerosas reservas naturais. Assim a sudeste de Caiena, os alagados de Kaw se espalham sobre quase 100000 ha. Esse paraíso de ervas e de água que atravessa o rio de Kaw, sobre o fundo montanhoso, é o reino de 3 espécies de jacarés e de numerosos pássaros: a garça-branca-grande, a garça moura, a jaçanã, a cigana…  

A Guiana oferece realmente um apaixonante campo de observação da natureza, facilmente acessível e diante de excelentes especialistas da fauna e da flora.  

Enfim, a Guiana é também história, a lembrança de uma prisão para trabalhos forçados cujos vestígios tombados podem ser visitados em Saint-Laurent ou nas Ilhas de Salut, ao largo de Kourou.  

Regresso ao continente para evocar a conquista espacial, convidando a vivenciar um lançamento do foguete Ariane: emoção garantida!  

E, sobretudo, não perca o Carnaval, esse período de festividades que excita a capital guianesa, cujas ruas se povoam de Touloulous, rainhas de uma noite.

Os incontornáveis

  • Saint-Laurent e Maroni
  • As Ilhas de Salut e os vestígios da prisão
  • O Centro Espacial Guianês e o Museu Espacial de Kourou
  • Caiena e seu carnaval 
  • Os alagados de Kaw e sua fauna

Informações úteis

  • Cidade principal: Caiena
  • Formalidades de entrada: Na chegada, será solicitado um bilhete de identidade ou um passaporte, sem necessidade de visto.
  • Fuso horário em relação à Paris: - 4 horas no inverno, - 5 horas no verão.
  • Moeda: Euro
  • Clima: Equatorial, mas temperado pela ação dos alísios.
  • Temperatura: Em média ao longo do ano, faz 26°C (com máximas de 33°C)

Acesso

O aeroporto de Caiena é atendido por um voo diário proveniente de Paris Orly, realizado pela Air France e 3 voos com a Air Caraïbes (sendo um quarto voo a partir de dezembro de 2011), respectivamente partindo de Orly oeste e Orly sul. São voos diretos com duração de 8h30 aproximadamente. 

A Guiana Francesa é também ligada às Antilhas pela Air France e pela Air Caraïbes. Esta última liga a Guiana ao Brasil.

A Air France liga a Guiana Francesa também a partir do Canadá e dos Estados Unidos, via Montreal e Miami com escala nas Antilhas.

Mais informações

Related videos

 
 

Sponsored videos