Os sabores mediterrânicos

Published on 23 outubro 2013
  • © ATOUT FRANCE/Martine Prunevieille

  • © ATOUT FRANCE/Jean Malburet

  • © ATOUT FRANCE/Michel Angot

Os sabores mediterrânicos 13 Marseille fr

Mediterrâneo: uma homenagem ao sol e ao mar

A base de frutas e legumes, de azeite, peixe e ervas finas, a cozinha do Sul de França lembra as férias, os jogos de petanque e as sestas à sombra de grandes pinheiros. Também é famosa pelos seus benefícios na saúde. 

Uma entrada típica de Nice

Na hora do aperitivo, beba um pastis, este álcool aromatizado com anis que os locais da Provença tomam nas esplanadas dos cafés. E para abrir o apetite, uma pissaladière, tarte de cebola recheada de filetes de anchova e azeitonas, que ocupa um lugar destacado no menu de Papayou, um restaurante situado no coração do velho Nice. A seguir, dirija-se ao mercado no Cours Saleya, para provar, com vista para o mar, um pan-bagnat com anchovas e azeite. Um azeite omnipresente na cozinha mediterrânica, como na anchoïade e o alioli, a brandade de bacalhau (empadão de bacalhau) ou a tapenade (molho a base de azeitonas e alcaparras).

Pomares extraordinários

Nos emblemáticos mercados de Provença, as frutas e os legumes cheios de sol esperam por si. Como entrada, pode deleitar-se com uma sopa de pistou (nome provençal do manjericão) ou uma salada niçoise. A seguir, desfruta do sabor de uma ratatouille, dos petits farcis (legumes recheados) ou de uns pastéis de flor de courgette.

A bouillabaisse, a estrela

Indissociável da imagem de Marselha, é na realidade preparada conforme umas regras muito precisas, segundo as quais os peixes devem chegar inteiros no prato e serem cortados à mesa. No Miramar, restaurante de Marselha e um dos impulsores desta norma, não menos de seis peixes compõem a bouillabaisse. Os vinhos brancos de Cassis acompanham idealmente este prato. 


Produtos da pesca

O mar mediterrâneo reserva outras belas surpresas gustativas, como uma dourada acompanhada de arroz de Camarga ou umas anchovas de Colliure com sua carne fina e perfumada que pode saborear na esplanada do restaurante La Balette (1 estrela Michelin desde 2013), com vistas para a baía do encantador porto de Côte Vermeille. Relativamente ao marisco, não pode perder as ostras e os mexilhões de Thau. As ostras de Bouzigues são criadas segundo um método único em França apresentado no Museu da Laguna de Thau, em Bouzigues.

 
Um pouco de carne?

Elaborada a base de carne de cordeiro, de vitela ou de touro, a daube provençal é marinada com vinho branco ou tinto, com as tradicionais ervas de Provença (tomilho, alecrim e segurelha). Em Avignon, o chefe Christian Etienne aconselha provar a daube regional (cordeiro e vinho branco), mas na Côte d'Azur prefere-se a daube niçoise (vitela, vinho tinto e cogumelos).


Doces do sul

Navettes (biscoitos de flor de laranjeira), pompe à l'huile (bolo a base de farinha, azeite e açúcar), calissons (doce de amêndoa com aroma de fruta)... A Provença é uma região gulosa e nota-se! Os mais gulosos podem ficar na praça de Lices em Saint-Tropez e aproveitar a famosa tarte tropézienne (brioche com creme), que ficou famosa graças a Brigitte Bardot durante a rodagem do filme “E Deus criou a mulher”. Em Menton, recomendamos a tarte de limão: citrino celebrado todos os anos nesta localidade situado na fronteira com a Itália. Para as festas de Natal, as mesas de Provença enchem-se com as 13 sobremesas tradicionais – treze como Jesús rodeado dos seus doze apóstolos. A lista varia de uma localidade a outra, mas encontrará avelãs, figos secos, amêndoas, passas, nougat…


Localizar e saborear os produtos do sul

  • Confeitaria de Roy René: desde a sua criação em 1920, esta confeitaria deleita com seus calissons, nougats... En 2012 obteve o prémio de “empresa de património vivo” e convida a visitar a sua fábrica perto de Aix-en-Provence.
  • As casas Roque et Desclaux: as duas últimas mercerias de Colliure permitem descobrir o autêntico modo de preparação das anchovas de Colliure.
  • A Tarte tropézienne: de Marselha a Saint-Tropez, cerca de quinze padarias desta marca permitem provar a tarte original. Em Saint-Tropez, a loja da praça de Lices também conta com um restaurante e um salão de chá.