Yannick Alléno, da região parisiense aos picos de Courchevel

  • Yannick Alléno au restaurant Terroir Parisien

    Yannick Alléno au restaurant Terroir Parisien

    © JF Mallet

  • Restaurant Terroir Parisien

    Restaurant Terroir Parisien

    © JF Mallet

  • 1947

    1947

    © Jean-Christophe photo Studio Bergoend

Yannick Alléno, da região parisiense aos picos de Courchevel La France fr

Depois de ter ganho, em 2007, a sua terceira estrela Michelin pelo trabalho realizado no Hotel Le Meurice, em Paris, Yannick Alléno abriu seu primeiro bistrot na Maison de la Mutualité, no 5º arrondissement de Paris, homenagem à terra da Île-de-France, que o viu crescer. Desde 2013, põe em prática o seu talento no 1947, o restaurante do Hotel Cheval Blanc, próximo das pistas de Courchevel.

 

O que lhe deu vontade de seguir uma carreira culinária?

Os meus pais, que geriam bistrôs na região parisiense onde nasci, e me deram também a admiração pelo trabalho. Aos 15 anos, fiz um estágio com Manuel Martinez, no Relais Louis XIII. Maneira perfeita de se envolver completamente no assunto.

 

Qual é a filosofia da sua cozinha?

É o reflexo daquilo que me tornei, com minha maturidade, minha história pessoal. Além disso, adoro defini-la como "parisiense". Simplicidade e elegância são os reflexos da minha criatividade e eu decomponho a grande gastronomia no que ela tem de mais simples.

 

Para si, qual é a importância da tradição?

A gastronomia sempre teve um lugar predominante na cultura francesa e atualmente também, desde que a "refeição gastronómica francesa" entrou no património mundial da Unesco. É uma função nossa, os chefes, a de perpetuar seus valores e fazer com que o maior número de pessoas possível os conheça.

 

Onde encontra inspiração?

Em minhas raízes, sem dúvidas. É nos produtos da região da Île-de-France que apoio a minha inspiração para criar, mas também nas minhas viagens, que me permitem conhecer novos produtos, novos sabores ou temperos.

 

Quais especialidades ou produtos gostaria dar a conhecer à uma pessoa que estivesse pela primeira vez em França?

Particularmente, sou muito ligado aos produtos da região Île-de-France, que têm posição de destaque no meu bistrô "Terroir Parisien". Soupe à l'oignon, tête de veau, pot-au-feu… Revisito os grandes clássicos da região que dá valor a sua terra, aos homens que a deram destaque e aos seus produtos.

 

Quais conselhos daria a um turista para uma experiência gastronómica de sucesso durante a sua estadia em França?

Acredito que é durante as viagens que o paladar e os sabores se formam e se transformam. Aconselho fortemente que essa pessoa experimente o máximo de produtos da região que for possível, com uma garantia de qualidade. Aconselho também deixar a imaginação livre ao visitar os mercados, ao experimentar os produtos oferecidos.

 

Related videos

 
 

Sponsored videos