Alsácia, no coração da Europa

Alsácia, no coração da Europa

Objecto de disputas no passado, pela sua beleza e a sua situação estratégica, a Alsácia é hoje um símbolo da paz europeia. A sua tormentosa história deixou neste território francês um legado indescritível que só podemos descobrir se formos a esta bela região.

Situada junto ao Reno, na fronteira cultural e linguística românica e germânica, esta região e a sua capital, Estrasburgo, ocupam uma posição estratégica no coração da Europa, mesmo na encruzilhada dos mais antigos caminhos do velho continente.

HISTÓRIA E TRADIÇÃOHá muita riqueza repartida pelas aldeias alsacianas, região de mil rostos acolhedores e gestos ancestrais. Os artesãs perpetuam na Alsácia as técnicas tradicionais: oleiros, ceramistas, escultores de madeira, pedra ou tecedores tradicionais partilham com vocês a sua paixão. Casas com quadro de madeira, a famosa assinatura alsaciana, símbolo da região, ou o vestido tradicional fazem parte da arte de viver na Alsácia. A arte de conservar permitiu também que, após Paris, a Alsácia reúne o maior número de museus e espaços culturais, entre os quais se destacam os Museus do Automóvel e do Comboio em Mulhouse, Unterlinden com o retalho de Issenheim em Colmar, e o Museu da Arte Moderna e Contemporânea em Estrasburgo. Cento e quarenta museus no território renano são accessíveis com um Pass que permite visitar, além dos tesouros da Alsácia, os Museus de Basilea e da Floresta Negra. A Alsácia é assim mesmo o destino ideal para os amantes da arquitectura medieval. Região europeia com a maior concentração de castelos feudais, conta com mais de 400 restos de fortalezas. O mais famoso, o de Haut-Koenigsbourg, domina a planície desde a cimeira de um promontório rochedo. O seu belo aspecto feudal resplandece mais que nunca após ter sido restaurado. Antigas igrejas formam parte também do património turístico e cultural da região. A Rota Românica da Alsácia convida a descobrir esta faceta histórica enquanto que desfrutamos das belas paisagens alsacianas.

     

EL SABOR DE ALSACIAA Alsácia é propícia para todo o tipo de descobrimentos naturais. O seu contorno protegido desde há séculos e com uma diversidade única na Europa permitiu-lhe desenvolver todo o tipo de percursos: a pé, de cavalo ou em bicicleta. Os Parques Naturais Nacionais, situados no Maciço dos Vosges, oferecem uma fauna e uma flora que não pode perder.Fruto da sua generosa natureza é a gastronomia alsaciana. Aqui a comida é sinónimo de festa; um valor que serve para dinamizar a vida e a convivência. Ao longo do ano, o alsaciano aproveita qualquer ocasião para desfrutar de uma boa mesa. Assim, durante as vindimas, pode-se provar o vinho novo ou, na Festa de São Nicolas, saborear as “Männele” (figuras de brioche). Natal é o tempo dos “Bredele” e a Semana Santa o dos deliciosos doces com forma de cordeiro, assim como de os ovos e coelhos de chocolate. E a partir de Maio até finais de Outubro, cerca de uma centena de festas do vinho e das vindimas convidam a desfrutar dos vinhos da Alsácia. O cuidado que se dedica a mesa é legendário: bons produtos, pratos preparados durante muito tempo, sabores sinceros e autênticos, o gosto pelas boas coisas… Os produtos da terra são ricos e variados: bretzels, cervejas e vinhos de Alsácia, schnaps (aguardentes), Kougelhopf, choucroute, Flammekuche (tarta flambada), sem esquecer o famoso queijo munster… Não é por nada que a Alsácia conta com o maior número de restaurantes com estrelas Michelin, depois de Paris, e ilustres cozinheiros como Marc Haeberlin de L’Auberge de L’Ill e Antoine Westermann de Le Bürehiesel.

Mais informação: Comité Regional de Turismo de Alsacia www.turismo-alsacia.com (en español)