Chamonix a pé

Chamonix a pé

No país do Mont Blanc, pratica-se o alpinismo de alto nível, mas também podemos dedicar-nos ao prazer da caminhada. Com trezentos e cinquenta quilómetros de trilhos soberbamente preservados que contornam o vale, e cento e sessenta itinerários adaptados a cada pessoa, passeia-se perto dos glaciares e pode até dar-se a volta ao Mont Blanc. Pelo vale.

Chamonix, capital da marcha a pé, quem tivera acreditado? E por isso! Aqui, existe oferta para todos os gostos, até mesmo para os mais modestos. Assim, as famílias com crianças bem calçadas apanham os meios mecânicos de la Flégère e do Brévent para passearem tranquilas a dois mil metros de altitude, com uma vista impressionante sobre o maciço e um desnível de apenas duzentos metros.

O mais frequente dos passeios é o caminho de Henri Vallot, que desliza, maravilha das maravilhas, abaixo das agulhas de Chamonix com vista sobre les Drus. Faz-se tudo numa descida suave e o passeio, ideal para fazer no começo da manhã ou ao sol poente, praticamente não acusa desnível.

Evidentemente que os amantes das Agulhas percorrerão a Reserva das Aiguilles Rouges (Agulhas Vermelhas), trilho botânico comentado para descobrir, de binóculos ou ao microscópio, a fauna e a flora envolventes.

Todas estas caminhadas se praticam entre Maio e Setembro. Para a caminhada rainha, le Tour du Mont Blanc que dura entre sete a dez dias e passa em França, Suíça e Itália, passando por desfiladeiros, vales e cornijas, é preciso ser experiente e aceitar fazer a marcha durante cerca de oito horas por dia, seguindo o trajecto de Horace Bénédict de Saussure que a realizou pela primeira vez em 1767.

Para testar a sua resistência, pode começar pela caminhada em direcção ao lago Blanc que dura três horas e meia de subida e quarenta e cinco minutos de descida passando pelo desfiladeiro dos Montets e por algumas escalas.

Quanto aos experientes em marcha mais gulosos, em cada mil e mil e quinhentos metros de altitude, e a quarenta e cinco minutos de Chamonix mais ou menos, foram crescendo queijarias e queijarias que se estendem por torrentes e glaciares para degustar os queijos frescos da montanha.

Informações práticas:Casa da Montanha, em Chamonix (Alta-Sabóia)190 place de l'Eglise Tel: 00 33 (0)4 50 53 00 88 Email: info@chamonix-guides.com Site: www.chamonix-guides.comVersão em inglês: http://www.chamonix-guides.com/index.php?langue=en&typesaison=1

Alpcenter, em Argentière (Alta-Sabóia)141 rue Charlet Straton Tel: 00 33 (0)4 50 54 09 36Email: info@chamex.com Site: http://www.chamex.com/fr/Versão em inglês: www.chamex.com

O vale de Chamonix e o Maciço do Monte BrancoSite: www.chamonix.comVersão em inglês: http://www.chamonix.com/welcome,0,en.htmlVersão em espanhol: http://www.chamonix.com/bienvenido,0,es.html