A Gastronomia em Champagne-Ardenne

A Gastronomia em Champagne-Ardenne

function xt_med(p1,p2,p3,p4){return true;}

 
Champagne-Ardenne
Ambiente cervejaria, restaurante tradicional ou refinado… cada um tem a sua especialidade. "Nouvelle cuisine", ou cozinha tradicional, é conforme as vontades. Em todos os casos, irá apreciar o saber-viver típico desta região. Menu a volta do champanhe, especialidade de estação, a carta é longa.
 
Uma região: A Champagne, é primeiro uma região com um chão bem particular: a greda-branca dá os seus sabores ao champanhe.No inverno, protege as raízes do vinhedo do gelo e no verão restitui a humidade necessária para crescer.
 
Da originalidade dos produtos da terra ao prestígio do champanhe. Só pela sua gastronomia rica e variada, a região de Champagne-Ardenne merece uma paragem prolongada, para descobrir em cada refeição uma preparação culinária diferente ou uma especialidade local.
Poderá provar o "boudin blanc" (morcela branca) de Rethel, a "Andouillette de Troyes" (chouriço de tripas de porco), o Fiambre de Ardennes ou o pé de porco a Ste Ménehould, o queijo de Chaource ou de Langres que pode ser afinado com Marc de Champanhe, as croquignolles de Reims, e tudo isso acompanhado pela sidra do Pays d’Othe, pelo vinho de Riceys ou pelo vinho de Coiffy sem esquecer os vinhos de champanhe e das videiras da região, Bouzy, Cumières…
Dos produtos da quinta rotulados às preparações as mais refinadas, prova! será surpreendido e voltará com certeza.
(Extracto do site Internet de Champagne Ardenne).
 
As especialidades regionais:As especialidades as mais famosas são a cabeça de vitela ou os pés de porco à Sainte-Menehould, a andouillette de Troyes, o frango ao champanhe.
A tarta de açúcar das Ardennes, "gâteau mollet" ou "ardoises" em chocolate de Sedan são as sobremesas preferidas dos habitantes de Champagne-Ardennes.
 
Os queijos regionais: Os queijos à saborear são o chaource, o langres, o troyen, o coulommiers.
 
Vinhos e álcoois: O Champagne é um vinho com bolhas de fama internacional. Mas a região possui igualmente alguns vinhos mais simples tais como o Bouzy (tinto), os Coteaux champenois (branco), o Rosé des Riceys (rosé).
 
Videiras utilizadas: o chardonnay, o pinot noir e o pinot meunier