A origem da Galette des Rois

A origem da Galette des Rois

 

Durante o mês de Janeiro, vende-se nas padarias a galette des Rois, tarte de massa folhada, recheada com frangipana (pasta de amêndoa).

 

Alguns acreditam que tudo começou um dia da Epifania quando o cozinheiro da Corte de Louis XV, rei de França, quis entregar um esplêndido tributo ao seu monarca.

Para isso, quis inventar algo que o surpreenderia, por conseguinte introduziu numa tarte a jóia que pretendia oferecer-lhe e assim entregou-se. Ao rei francês ficou encantado com a ideia e pôs-lha em prática junto da aristocracia da sua época, e não somente entre os franceses mas também ajudou que se estendesse ao resto da Europa.

Consiste em esconder uma "fava" (pequena figura de porcelana) dentro da tarte e a pessoa que a descobre no pedaço de tarde que lhe coube torna-se rei ou rainha do dia e deve usar uma corõa de papelão dourado, vendida juntamente com a tarte.

Receita:

Ingredientes:

  • massa folhada feita em casa ou comprada já pronta
  • Creme de amêndoas
  • 200 g de manteiga sem sal
  • 200 g de açúcar
  • 200 g de amêndoas em pó
  • 4 ovos
  • 75 g de farinha de trigo (peneirada)

Confecção:

Bata na batedeira a manteiga com o açúcar e as amêndoas em pó, até a mistura ficar esbranquiçada e crescer. Sem parar a batedeira, junte os ovos a um e um, e por fim junte a farinha e bata um pouco mais (aproximadamente 1 minuto). Guarde no frigorífico. Ponha um disco de massa folhada numa forma, espalhe por cima todo o creme de amêndoas e cubra com um segundo disco de massa folhada. Pincele a massa com ovo batido, desenhe alguns desenhos e asse em forno aquecido a 200º C, durante mais ou menos meia hora. Sirva frio. Sugestão: Se quiser pode acompanhar com ovos moles ou enfeitar com fios de ovos.

 Bom apetite!