Informações sobre o Coronavirus COVID-19 : a situação na França

Recomendações, medidas sanitárias, deslocamentos: consulte as recomendações do governo francês.

Recomendações atualizadas em tempo real sobre as medidas tomadas no território francês: consulte o site do Gouvernement / Info Coronavirus (Link externo) .

Medidas vigentes no território francês

Confinamento local

A partir de 26 de fevereiro, um confinamento local se aplica de sexta-feira 18h a segunda-feira 6h na região (departamento) Alpes-Maritimes. A área contemplada pela medida estende-se de Théoule-sur-Mer a Menton, e também se aplica na cidade de Dunkerque e sua região metropolitana, no departamento Nord.

Os deslocamentos estão proibidos, exceto por motivos especiais e mediante um atestado preenchido no site do Governo.

Mais informações no site da Representação do Governo dos Alpes-Maritimes (Link externo)

Mais informações no site da Prefeitura de Dunkerque (Link externo)

Mais informações no site da Prefeitura de Pas-de-Calais (Link externo)

Em 25 de fevereiro, vinte departamentos da França metropolitana (continental) foram colocados sob vigilância reforçada. Medidas drásticas, como o confinamento, podem ser implementadas.

Toque de recolher
Um toque de recolher está vigente na França metropolitana das 18h às 6h da manhã.
Em todo o território continental, é proibido sair e se deslocar durante o toque de recolher, sob pena de multa de 135 euros e até 3.750 euros no caso de reincidência.

Não há fechamento de transporte público, para poder atender as necessidades das situações especiais, mas o trabalho remoto continua sendo fortemente recomendado.
Todos os estabelecimentos autorizados a abrir não poderão mais receber o público depois das 18 horas.

Os estabelecimentos culturais, assim como bares e restaurantes, permanecem fechados.

Desde 1º de fevereiro, lojas de produtos não-alimentícios com mais de 20.000 m² estão fechadas como medida preventiva. Novos limites de quantidade de pessoas em todos os supermercados e lojas também estão em vigor.

Casos excepcionais estão previstos, mediante apresentação de um atestado preenchido no site do governo, pelas seguintes razões:

  • Deslocamentos entre a casa e o local de trabalho ou o local de ensino e formação
  • Deslocamentos para consultas e tratamentos que não podem ser efetuados à distância e não podem ser adiados ou para a compra de produtos de saúde
  • Deslocamentos por necessidades familiares imperiosas, para ajudar pessoas vulneráveis, ou para cuidar de crianças; para convocações legais ou administrativas
  • Deslocamentos devidos a convocações judiciais ou administrativas
  • Deslocamentos para participar de missões de interesse geral
  • Deslocamentos relacionados a tráfegos e viagens de longa distância
  • Deslocamentos curtos, num raio máximo de um quilômetro de distância de sua residência, para as necessidades dos animais de estimação.

Para as saídas autorizadas, é necessário ter um atestado que deve ser baixado ou preenchido on-line no site do Ministério do Interior (Link externo) , ou um atestado profissional.

Os atestados também estão disponíveis através do aplicativo Tous Anti Covid (Link externo) .

Os deslocamentos estão autorizados na França metropolitana, no caso da ilha da Córsega, mediante apresentação de um teste PCR negativo de menos de 72 horas. As pessoas indo para a Córsega também devem apresentar, ao embarcar, uma declaração em que atestam por sua honra que se encontram em uma das situações excepcionais autorizadas pelo governo (ver abaixo).

Informações adicionais em tempo real : Informações atualizadas no site do Governo (Link externo)

O que está aberto / fechado

Estão abertos / podem abrir :
● Serviços públicos de atendimento aos cidadãos e bancos
● Lojas
● Farmácias
● Parques, jardins, florestas e praias
● Transporte público, cujos horários de circulação são mantidos
● Os hotéis podem receber seus clientes. Somente as áreas de restaurante/bar estão fechadas, mas o serviço de quarto é permitido.
● Albergues coletivos, residências turísticas, vilas turísticas residenciais, resorts e casas familiares de férias, assim como locais de acampamento e caravanismo.
● Serviços de restaurantes para viagem e para entregas.

Permanecem fechados :
● Lojas não-alimentícias com mais de 20.000 m².
● Cinemas, teatros, auditórios e museus
● Restaurantes, bares e outros estabelecimentos que recebem público
● Academias e ginásios
● Boates, cassinos, spas
● As vilas e cidades de montanha onde se praticam esportes de inverno (esqui etc.) podem receber visitantes, porém todas as instalações públicas e equipamentos como elevadores e teleféricos permanecerão fechados até nova ordem.

Outras medidas e restrições

O uso de máscara é obrigatório para todos, a partir de 11 anos de idade (e a partir dos 6 anos de idade nas escolas) em locais públicos fechados em todo o país.

Os representantes do Governo Nacional em cada departamento do país têm autonomia na decisão pela obrigatoriedade do uso de máscara em outros locais, de acordo com a situação epidêmica local. Informações detalhadas estão disponíveis nas unidades de representação do Governo ("préfectures") (Link externo) . O mapa e os dados atualizados (Link externo) sobre a circulação da Covid-19 na França estão disponíveis no site do governo.
Uma multa de 135 euros pode ser aplicada por não utilização de máscara nos locais em questão e até 3.750 euros no caso de reincidência.

O uso de máscara é obrigatório no transporte público. Os usuários devem se responsabilizar por manter a maior distância possível entre os passageiros ou grupos de passageiros que não estejam viajando juntos. Veja em particular os sites das companhias francesas de transporte, a SNCF (Link externo) e a RATP (Link externo) .

O uso de máscara é obrigatório nos táxis e veículos que operam por meio de aplicativos.

Perguntas mais frequentes sobre a Covid-19 no site do governo (Link externo)

Viagens para a ilha da Córsega

Um sistema específico foi implementado para viagens à ilha da Córsega.

Um teste RT-PCR ou teste antigênico de até 72 horas antes da viagem é obrigatório para todas as pessoas acima de 11 anos de idade. Será obrigatório apresentar à empresa de transporte termo de responsabilidade atestando que foram realizados os devidos exames, que não se tem nenhum sintoma de infecção por covid-19, que não é um caso confirmado de covid-19, e que não tem conhecimento de ter estado em contato com um caso confirmado nos 14 dias anteriores à viagem.
Este termo de responsabilidade, que pode ser baixado no site da Agência Regional de Saúde da Córsega (Link externo) , será exigido pela empresa de transporte ao embarcar.

Territórios e Departamentos Ultramarinos

Foram tomadas medidas específicas para os Territórios Franceses Ultramarinos. A partir de domingo 31 de janeiro, as viagens para os Territórios Franceses Ultramarinos somente são autorizadas em caso de necessidades imperiosas.

● Guiana Francesa, Nova Caledônia, Ilha da Reunião e Mayotte: medida já em vigor,
● Guadalupe e Martinica: medida aplicável a partir de 2 de fevereiro de 2021,
● Polinésia: medida aplicável a partir de 3 de fevereiro de 2021.

No caso de viagens aéreas para os territórios franceses ultramarinos, o teste PCR efetuado até 72 horas antes do embarque é obrigatório.

Tendo em vista as restrições de viagem na França devido ao toque de recolher, as pessoas que se deslocam até um aeroporto para tomar um vôo com destino aos Territórios Franceses Ultramarinos devem apresentar seu bilhete de avião e um documento que lhes permita justificar esta viagem.

Além disso, o Ministério dos Territórios Ultramarinos pede às pessoas que desejam viajar para um território ultramarino para se informem antecipadamente no site das representações locais do Governo Nacional (préfectures) ou da alta comissão sobre as restrições em vigor para combater a epidemia de Covid-19.

Viagens internacionais

Pessoas vindo e indo para um país fora do espaço europeu

A partir de domingo 31 de janeiro de 2021, é proibida toda entrada na França e toda saída do país de ou para um país fora da União Européia (União Européia, Andorra, Islândia, Liechtenstein, Mônaco, Noruega, São Marinho, Santa Sé e Suíça), exceto por: necessidades pessoais ou familiares imperiosas, motivos de saúde urgentes ou motivos profissionais que não podem ser adiados.

A partir de sexta-feira 12 de março, não são necessárias razões imperativas para viajar para ou da Austrália, Coréia do Sul, Israel, Japão, Nova Zelândia, Reino Unido e Cingapura.

Para comprovar uma dessas razões de força maior, um atestado pode ser baixado no site do Ministério do Interior (Link externo) .

Deve ser apresentado à empresa de transporte no momento do embarque junto com os justificativos apropriados.

Pessoas vindo e indo para um país do espaço europeu:
Independentemente de seu modo de transporte (aéreo, marítimo ou terrestre), toda pessoa, com idade igual ou superior a onze anos, que deseje viajar para a França a partir de um país do espaço europeu (União Européia, Andorra, Islândia, Liechtenstein, Mônaco, Noruega, São Marinho, Santa Sé e Suíça) são obrigadas a apresentar os resultados de um teste virológico biológico (RT-PCR) que indica a não contaminação pela COVID-19, realizado 72 horas antes da viagem.

Transportadores rodoviários, trabalhadores fronteiriços e moradores de áreas de fronteira num raio de 30 km de sua casa estão isentos desta obrigação.
Ao chegar na França, é fortemente recomendado isolar-se por 7 dias, e fazer um segundo teste de virológico (RT-PCR) no final deste período de 7 dias.

Informações adicionais sobre controles sanitários nas fronteiras de acordo com o país de origem: Perguntas mais frequentes no site do Ministério do Interior da França (Link externo) .

Consulte os sites das unidades de representação do Governo ("préfectures") para obter mais informações.

Para mais informações: visite o site do Ministério da Europa e das Relações Exteriores (Link externo)

Quais são as medidas a serem respeitadas para limitar a propagação do coronavírus?

Existem formas simples para proteger sua saúde e as pessoas ao seu redor:

• Lave as mãos muito regularmente;
• Tussa ou espirre no cotovelo;
• Use lenços descartáveis e descarte-os;
• Cumprimente sem apertar as mãos, evite beijar;
• Use uma máscara quando estiver doente.
• Usar máscara em locais públicos fechados, transporte público, táxis e aplicativos de transporte, em lojas e em locais considerados relevantes pelos prefeitos de cada departamento de acordo com a situação epidêmica local.