Três artesãos que reinventam a calça jeans à francesa

E se a calça jeans - essa peça emblemática do estilo casual internacional - fosse mais francesa do que pensamos? Bem longe dos cowboys norte-americanos, Célestin Tuffery, um Mestre Alfaiate da região de Cévennes, teria fabricado as primeiras calças jeans do mundo. Alguns séculos depois, o savoir-faire francês ainda se destaca na área.

Trabalhadores de toda a França vieram colaborar com a construção da linha férrea, perto da alfaiataria de Tuffery. Como oferecer calças resistentes e adequadas para uso na obra? Foi aí que teve a ideia de utilizar um tecido bem conhecido no Sul da França, e graças ao qual certos comerciantes da cidade de Nîmes tinham ganhado muito dinheiro: uma tela "de Nîmes", tecida com lã e seda, resistente, fácil de consertar, e que até então era utilizada para fabricar meias ou lençóis.

Foi assim, em 1892, no coração da região de Cévennes, que as primeiras calças jeans nasceram! Enquanto isso, do outro lado do Atlântico, estavam começando a tecer uma tela semelhante, mas feita de algodão: o Denim moderno estava nascendo, popularizado mundialmente pelo industrial Levi Strauss.

Hoje em dia, a calça jeans está presente no mundo inteiro, usada tanto por trabalhadores quanto por chefes de Estado. Símbolo da globalização, as calças são feitas principalmente na Ásia ou na Europa, com algodão produzido na Ásia ou na África… Esta cadeia constitui um problema ecológico grave, devido ao cultivo de algodão - que requer muita água - assim como ao transporte (até chegar em seu guarda-roupa, sua calça jeans percorre 1,5 vez o planeta). Mas na França, onde o "de Nîmes" nasceu há quase três séculos, o savoir-faire local está renascendo graças a artesãos que se preocupam com o impacto ecológico de sua atividade. Os mesmos procuram trabalhar com materiais inovadores e transferem sua produção em alfaiatarias que podem ser visitadas. Entre nos bastidores destas empresas que estão reinventando as calças jeans "made in France".

O + famoso: a marca 1083, na região de Drôme

Em Romans-sur-Isère, entre os Alpes e a Occitânia, se fabrica sapatos há muito tempo. Nos anos 1930, a cidade chegou a conquistar fama internacional, com o trabalho de Charles Jourdan, que durante décadas calçou as maiores atrizes de Hollywood, como Ava Gardner, Marilyn Monroe e Sophia Loren. Hoje em dia, em Romans-sur-Isère, quase não se faz mais sapatos: a globalização também chegou na cidade... Contudo, calças jeans são fabricadas desde 2013, quando a marca local 1083 foi criada. Por que este nome? Porque 1083 km separam as duas cidades francesas mais distantes, Menton (perto de Nice) e Porspoder, um vilarejo ao norte de Brest. Muito menos que os 65.000 km percorridos em média por uma calça jeans até chegar nas prateleiras de uma loja!

A 1083 faz jeans mas também vários tênis bastante em voga na França e camisetas em algodão orgânico. O algodão utilizado vem principalmente da Tanzânia e do Mali, mas as calças jeans são tingidas, tecidas e confeccionadas na França. A 1083 é a primeira empresa na França que tem sua própria máquina de lavagem a laser para dar um estilo envelhecido nas peças. Isso permite poupar 95% de água e 75% de energia em comparação com o processo tradicional! A próxima inovação da marca será uma calça jeans fabricada com fio Seaqual©TM, à base de garrafas de plástico e resíduos encontrados no mar reciclados. Uma vez que as pessoas queiram se desfazer do produto, será possível devolvê-lo graças a um sistema de consignação, para que seja triturado e depois transformado de novo em fio para tecido. Ao entrar nas oficinas da 1083, o visitante pode conhecer todo o processo de fabricação, desde a recepção das matérias-primas até o funcionamento da máquina de lavagem-envelhecimento dos tecidos. A visita termina na loja para quem quer aproveitar e fazer algumas compras!

O histórico: o Atelier Tuffery, na região de Cévennes

O + « self made man »: Dao, em Nancy

Se você passar pela região da Lorraine, saiba que a cidade de Nancy, com sua maravilhosa Place Stanislas, é imperdível. Você estará perto da fábrica de Davy Dao, que confecciona calças jeans da marca Dao. Um jovem empreendedor de 32 anos, com uma história atípica. Quinto de uma família de 8 filhos, Davy Dao estava acostumado a herdar as calças dos irmãos mais velhos… Até os 14 anos, quando começou a fazer alguns bicos que lhe permitiram comprar sua primeira calça própria. Ao perceber que a mesma estava um pouco grande, decidiu usar a máquina de costurar de sua mãe e começou a fazer os ajustes necessários. Mas não parou por aí: aproveitou para ir customizando a calça… assim nasceu uma paixão!

Aos 24 anos, Davy Dao trabalhava como vendedor em uma loja de calças jeans, quando decidiu viajar para o Vietnã, a terra natal de seus pais. Foi lá que o futuro empreendedor conheceu os tristes bastidores da indústria do jeans. Passou a trabalhar em uma fábrica de onde saem a maioria das calças de grandes marcas que ele mesmo vendia em Nancy. Na cadeia de montagem, ele estava do lado de um menino de 12 anos que trabalhava 40 horas por semana para alimentar sua família. Um verdadeiro choque para Davy Dao. De volta a Nancy, sua decisão já estava tomada: iria lançar sua própria marca e o processo de fabricação seria responsável.

Alguns anos depois, a empresa de Davy situa-se em um local de 90m² em pleno centro da cidade, e sete funcionários trabalham com ele. Preocupado com a durabilidade de seus produtos, ele acabou de criar sua primeira calça jeans feita de linho, uma produção muito local pois a França é o primeiro produtor mundial do tecido. Ao entrar na loja de Dao para comprar algumas peças, sinta-se à vontade para pedir uma visita na fábrica. Se Davy estiver por lá, ele terá prazer em lhe mostrar os bastidores da loja.