A playlist de música francesa para te acompanhar o dia todo

Às 7h30, comece seu dia afinado!

Ao acordar, escute Brigitte Bardot cantando sobre as maravilhas de um verão na Côte d'Azur... Sente só a brisa do Mediterrâneo e os pés na areia. Fala se não é ideal para começar bem o dia?

8h30, café da manhã vintage

Imagine que você está em um dos cafés parisienses, no bairro de Pigalle. Os sons da cidade ao seu redor. Um café preto e um croissant dourado sobre a mesa. E, de repente, o inesquecível Charles Trenet aparece na sua frente, tirando seu chapéu para lhe cumprimentar. Um belo Flashback, não é?

10h, uma leitura na paz

A França e o piano, são uma história de amor: devemos muito a Claude Debussy e a Clair de Lune, uma das músicas mais famosas do mundo, que oferece um momento de pausa no tempo.

11h, ao ritmo do Caribe

A França está presente em cinco oceanos! Nas Antilhas francesas, no Caribe, a banda Zouk Machine representou bem os ritmos do Zouk, esta dança típica da ilha da Guadalupe.

12h, um almoço espetacular

Entre os Franceses e a cozinha, é um caso sério: é vestir o avental e acabou a brincadeira. Mas daí a fazer um Boeuf Bourguignon ao som do Cancan de Offenbach é um pulo.

13h, uma nota de blues

Às vezes nostálgicos, muitas vezes empáticos, os franceses sempre gostaram de grandes músicas que tocam o coração! La Bohème, do grande Charles Aznavour, funciona sempre.

14:00, uma soneca

Depois do almoço, nada como tirar uma soneca... mas os franceses têm uma reputação para se orgulhar! E para tocar no coração do seu amor, Serge Gainsbourg tem tudo que precisamos.

16h, música urbana

A riqueza da música urbana francesa às vezes é negligenciada no exterior. Uma pena! Na liderança, duas cidades da França competem em criatividade: Paris, com o grupo NTM (liderado por Kool Shen e o indescritível Joey Starr, que desde então fez carreira no cinema), e Marselha, com o IAM.

17h, termine o dia sem problemas

Gostas do toque francês dos anos 90? Boas notícias: a cena eletrônica francesa é incrivelmente rica ainda hoje! Revelado no início de 2010 com seu álbum ‘Spanish Breakfast’, Rone é um artista completo com um universo abundante.

21h, uma saudade

Na França, há a Torre Eiffel... e Johnny Hallyday! Um verdadeiro monumento nacional, este roqueiro era tão adorado pelos franceses que seu funeral em 2017 foi assistido por centenas de milhares de pessoas em todo o país.

23h, todos para a pista de dança

O toque francês! Do Daft Punk ao Air, são muitos os grupos que colocaram a França no foco do mundo da música eletrônica... e foram capazes de compor músicas às quais ninguém consegue resistir às batidas.

2h, vibre como nos clubes parisienses

Se a França soube se colocar no mundo da música eletrônica graças ao toque francês, deve-se admitir que também são bons em techno: apreciado pelos maiores clubes, Laurent Garnier serve como a figura de pai do movimento francês.