O Castelo de Cheverny, habitado por mais de seis séculos

Cercado por um grande parque e jardins inesquecíveis, o elegante Castelo de Cheverny é habitado pela mesma família há mais de seis séculos. Sua bela fachada clássica inspirou Hergé quando ele desenhou o Castelo de Moulinsart.
Top 5 de experiências para viver no Castelo de Cheverny

1/ Imagine-se em uma história em quadrinhos ao visitar a exposição dedicada à Tintin.
2/ Visite o canil de cães de cassa do castelo,durante as refeições.
3/ Observe de perto as tapeçarias dos Gobelins (século 17) na “Salle d'Armes”.
4/ Faça uma pausa gourmet no restaurante« l’Orangerie », após ter visitado os jardins do castelo.
5/ Sinta-se pequeno ao pé das árvores centenárias do jardim.

Um Castelo mobiliado de forma notável

O Castelo de Cheverny é considerado o castelo do Loire mais magnificamente mobiliado. Habitado pela mesma família há muitos séculos, sua visita proporciona um encontro com o “art de vivre” francês. Da sala de armas ao quarto infantil, a riqueza do interior e a densidade do mobiliário encantarão seu passeio.

Seguindo os passos de Tintin

Se sua silhueta lhe parece familiar, é porque o Castelo de Cheverny serviu de modelo para que Hergé desenhasse o Castelo de Moulinsart. O acervo permanente “Os segredos de Moulinsart” proporcionam a descoberta do universo de Tintin e seus amigos.

Jardins de tirar o fôlego

A partir do mês de abril, emoldurada pelo espelho d’água e pelos gramados, a grande faixa plantada de 100 mil bulbos de tulipas começa a aflorar em uma paleta de cores formidável. É de encher os olhos! A horta também conta com muita cor. Esse jardim multicolor, obra da Marquesa de Vibraye, é o canteiro que permite florir os aposentos do castelo. As flores misturam-se aos legumes e a diferentes materiais, oferecendo ao longo das estações cores e odores diferentes. Entre o castelo e a Orangerie, o Jardim dos Aprendizes nos convida a sonhar. Com design contemporâneo, ele é organizado em torno de um eixo central no qual se enrolam glicínias. Ao redor do jardim, há um caminho ornado por flores.
Desenhado por Charles-Antoine de Vibraye, o labirinto conta com louros. Sua forma bastante geométrica não impede a possibilidade de nos perdemos nele.

Um passeio bucólico

Para descobrir o excepcional parque do castelo, embarque em um passeio de carro e barco elétricos. De abril a novembro, esse passeio calmo e recreativo fará você descobrir a parte florestal do parque