Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

A Rota da Mimosa, símbolo da Costa Azul

A Rota da Mimosa, símbolo da Costa Azul no inverno, oferece um clima ameno, uma espécie de retiro entre o azul do mar e o amarelo do sol.

Até final de março milhões de mimosas invadem com o seu inebriante perfume as colinas e vales da Côte d'Azur cobrindo a região de amarelo e de luz.

Aproveitando a floração da mimosa, propomos-lhe um itinerário para descobrir a essência deste pedaço da Riviera francesa.

A Rota da Mimosa, criada em 2000, atravessa 8 municípios das províncias de Var e Alpes Marítimos: Bormes-les-Mimosas, Rayol-Canadel-sur-Mer, Sainte-Maxime, Saint-Raphaël, Mandelieu-la Napoule, Tanneron, Pégomas e Grasse. Um itinerário de 130 quilómetros entre Bormes-Les-Mimosas e Grasse, a capital do perfume.Desvendamos-lhe as etapas e as localidades principais desta rota.

Itinerário Rota da Mimosa

  • Etapa 1. Bormes-les-Mimosas

Capital da mimosa em Var, Bormes-les-Mimosas é a mais bela localidade em flor de França, localidade medieval do século XII conta com 700 espécies vegetais únicas em França. De janeiro a março a cidade medieval engalana-se com uma longa "manta de ouro", explosão de amarelos e de perfume. Nas proximidades, as famosas praias de areia branca e águas cristalinas de Cabasson Brégançon Estagnol e Pellegrin.

  • Etapa 2. Rayol-Canadel-sur-Mer

Rayol-Canadel é uma localidade encantadora e aprazível onde a felicidade foi preservada… Criada em 1925 a partir da extensão do molhe sobre cerca de 300 hectares, município autónomo desde 1949, abrange atualmente três bairros e estende-se ao longo de 4 km junto à estrada RD559. Um local excecional onde as colinas arborizadas da Corniche des Maures terminam na água azul do Mediterrâneo com umas vistas inigualáveis para as ilhas d’Or.

  • Etapa 3. Sainte-Maxime

Com os seus 11 km de orlas mediterrâneas, Sainte-Maxime é um oásis de tranquilidade onde os passeios à beira de água permitem saborear momentos que desejaria que fossem eternos. O encanto da Provença emana das suas casas de velhas telhas, do seu mercado típico e das suas ruelas comerciais. Em família, poderá aproveitar numerosas atividades de descanso e de lazer.

  • Etapa 4. Saint-Raphaël

Saint-Raphaël, localidade protegida situada às portas do Maciço do Estérel, convida-o a descobrir o seu litoral excecional e a sua natureza protegida. Os seus 36 km de litoral levar-lhe-ão até aos portos e enseadas recônditas de Boulouris, passando pela ilha d’Or e a enseada de Agay. Enquanto que a Corniche d’Or, talhada na rocha, domina o fundo marinho de extraordinária transparência.

  • Etapa 5. Mandelieu-la-Napoule

Esta primeira etapa nos Alpes Marítimos é o berço do cultivo da mimosa. Está situada na base do Maciço do Tanneron, que alberga a maior floresta de mimosas da Europa. A percorrer: o caminho da alfândega e os seus castelos, antes de subir o maciço do Estérel. As suas rochas vermelhas vulcânicas que se submergem na água cor turquesa justificam bem a visita.

  • Etapa 6. Tanneron

Tanneron, com as suas 22 aldeias no coração do maciço do mesmo nome, é o maior território arborizado de mimosas em França, tanto cultivadas como selvagens: são verdadeiras florestas amarelas de pequenas bolas peludas, tão bonitas quando se observam na sua envolvente natural. De dezembro a março, a abundante floração da mimosa reservar-lhe-á uma surpresa perfumada, inebriante de dourado e de luz: uma verdadeira maravilha.

  • Etapa 7. Pégomas

Em Pégomas, a mimosa cativa a vista e o olfato e é por isso celebrada. Cultivada nas colinas de Tanneron, os seus habitantes tratam delas e dedicam-lhes o seu tempo. O Jardim das Mimosas alberga 11 variedades desta flor. No último fim de semana de janeiro celebramos, como deve ser, a aparição dos primeiros botões. Pégomas goza da imagem agradável e cheia de cor de uma terra de férias. É preciso parar lá para descobrir a sua verdadeira e formosa natureza, formada por numerosas facetas.

  • Etapa 8. Grasse

Situada no meio de colinas solarengas, esta localidade revela todo o seu encanto a quem dedica tempo a passear pelas suas ruelas sinuosas e acolhedoras pracinhas. Capital mundial do perfume, Grasse destaca-se pelas suas riquezas patrimoniais que fazem jus ao seu título de Cidade de Arte e de História. O seu centro histórico, o seu Museu Internacional da Perfumaria e as suas perfumarias turísticas são outros atrativos para os visitantes. Algumas recomendações O ideal é percorrer a rota de carro, e a melhor maneira é fazê-lo pela autoestrada 8, assim poderá parar nas diferentes povoações e praias com tranquilidade.